This is the end Beautiful friend This is the end My only friend, the end Of our elaborate plans, the end Of everything that stands, the end No safety or surprise, the end Ill never look into your eyes…again Can you picture what will be So limitless and free Desperately in need…of some…strangers hand In a…desperate land Lost in a roman…wilderness of pain And all the children are insane All the children are insane Waiting for the summer rain, yeah Theres danger on the edge of town Ride the kings highway, baby Weird scenes inside the gold mine Ride the highway west, baby Ride the snake, ride the snake To the lake, the ancient lake, baby The snake is long, seven miles Ride the snake…hes old, and his skin is cold The west is the best The west is the best Get here, and well do the rest The blue bus is callin us The blue bus is callin us Driver, where you taken us The killer awoke before dawn, he put his boots on He took a face from the ancient gallery And he walked on down the hall He went into the room where his sister lived, and…then he Paid a visit to his brother, and then he He walked on down the hall, and And he came to a door…and he looked inside Father, yes son, I want to kill you Mother…i want to…fuck you Cmon baby, take a chance with us Cmon baby, take a chance with us Cmon baby, take a chance with us And meet me at the back of the blue bus Doin a blue rock On a blue bus Doin a blue rock Cmon, yeah Kill, kill, kill, kill, kill, kill This is the end Beautiful friend This is the end My only friend, the end It hurts to set you free But youll never follow me The end of laughter and soft lies The end of nights we tried to die This is the end

Não é o fim da Afro nem da Deusa. Apenas de parte da sua vida. Ela vai aparecer sempre que for precisa no SL para aquilo que lhe dá prazer. Nada mais. Não peçam visitas, ajudas, convites ou o que seja.

A vida da Célia e da Afro interligaram-se demais. Neste momento a Afro vai dar lugar à Célia, quer em blogs quer na vida. E o que fizer no SL vai ser porque me apetece e não porque é suposto ou deva.

“This is the end …  Beautiful friend”

Tás a ver? 
de Gabriel o Pensador
Bom Natal e Feliz 2009 para todos!~

Estás a ver o que eu estou a ver?
Estás a ver? estás a perceber?
estás a ouvir o que eu estou a dizer?
Estás a ouvir? Estás a perceber?
Eu tenho visto tanta coisa nesse meu caminho – nessa nossa trilha,
que eu não ando sozinho – tenho visto tanta coisa, tanta cena...
mais impactante do que qualquer filme de cinema
e se milhares de filmes não traduzem, nem reproduzem
a amplitude do que eu tenho visto
não vou mentir pra mim mesmo, acreditando
que uma música é capaz de expressar tudo isso
não vou mentir pra mim mesmo, acreditando
mas eu preciso acreditar na comunicação
mas eu preciso acreditar
não há melhor antídoto pra solidão
e é por isso que eu não fico satisfeito
em sentir o que eu sinto, se o que eu sinto fica só no meu peito
por mais que eu seja egoísta
aprendi a dividir as emoções, e os seus efeitos
sei que o mundo é um novelo, uma só corrente
posso vê-lo por seus belos elos transparentes
mudam cores e valores, mas tá tudo junto
por mais que eu saiba, eu ainda pergunto:

Tás a ver? A vida como ela é
Tás a ver? A vida como tem que ser
Tás a ver? A vida como a gente quer
Tás a ver? A vida pra gente viver

"...Já que a vida é feita de pequenos nadas..."

Tás a ver? a linha do horizonte
a levitar, a evitar que o céu se desmonte?
foi seguindo essa linha que notei
que o mar na verdade é uma ponte
atravessei-a e fui a outros litorais
e no começo eu reparei nas diferenças
mas com o tempo eu percebi, e cada vez percebo mais
como as vidas são iguais, muito mais do que se pensa
mudam as caras /
mas todas podem ter as mesmas expressões
mudam as línguas, mas todas têm
suas palavras carinhosas e os seus calões
as orações e os deuses também variam
mas o alívio que eles trazem vem do mesmo lugar
mudam os olhos e tudo o que eles olham
mas quando molham, todos olham com o mesmo olhar
seja onde for, uma lágrima de dor
tem apenas um sabor e uma única aparência
a palavra saudade só existe em português
mas nunca faltam nomes se o assunto é ausência
solidão apavora, mas a nova amizade encoraja
e é por isso que a gente viaja
procurando um reencontro, uma descoberta
que compense a nossa mais recente despedida
nosso peito muitas vezes aperta, nossa rota é incerta
mas o que não é incerto na vida?

Refrão

A vida é feita de pequenos nadas
que a gente saboreia mas não dá valor
um pensamento, uma palavra, uma risada
uma noite enluarada ou um sol a se pôr
um bom dia, um boa tarde, um por favor – simpatia é quase amor –
uma luz acendendo, uma barriga crescendo
uma criança nascendo, obrigado, Senhor
seja lá quem for o Senhor
seja lá quem for a Senhora
a quem quiser me ouvir, e a mim mesmo
preciso dizer tudo o que eu estou dizendo agora
preciso acreditar na comunicação
não há melhor antídoto pra solidão
e é por isso que eu não fico satisfeito
em sentir o que eu sinto, se o que eu sinto fica só no meu peito
por mais que eu seja egoísta
aprendi a dividir minhas derrotas, e minhas conquistas
nada disso me pertence
é tudo temporário no tapete voador do calendário
há que temos forças, pra somar e dividir
enquanto estivermos aqui
se me ouvires cantando, canta comigo
se me vires chorando, sorri.

(Participação especial: Adriana Calcanhoto)
Fonte: Site oficial
I’ve been taught not to lie
I was a scout full of pride
But I can’t share none of what I’m feeling now
And you resent me
But it’s the lies that keeps you around
I’m not perfect, I’m just a fake
But stil you ask for more than I can act
And it just drains me out
Then you say to drop my armour and be myself
You’ve been tired of my defenses
Stupid reasons
Deceiving you and your senses
But I’m protecting you from this hell
I’m not perfect, I’m just a fake
But still you ask for more than I can act
And it just drains me out
Stop lying Stop faking
You’re nothing You’re just a waste of time
For 9 months I’ve been pregnant with lies
And soon she’ll be sreaming the screams,
Screaming I’ve been trying to hide them from you
With illusions
Truth can bring so much useless, worthless,
Unconceiving PAIN
Here comes the pain
But still you ask for more than I can act
And I can’t cope with it

Em cheio. Cheios de coisas boas, más. Em dois anos muito mudou nas minhas vidas. E sei que em nada me arrependo. E sei que muitos amigos me acompanharam ao longo destes anos. Uns desapareceram, outros desistiram, outros tantos seguiram outros caminhos. Muitos outros amigos tenho hoje, lindos por dentro e por fora, alguns que já conheci em todas as vidas e outros que duma maneira ou outra me marcaram. 

Mas este post é para aqueles que sempre me acompanharam, aqueles que me aturaram desde sempre, aqueles que mesmo que eu esteja distante sabem que estou algures assim como eles estão. Foram dos primeiros e verdadeiros amigos que fiz um dia neste mundo virtual. Nem precisei de os conhecer cá fora: sempre, duma maneira ou de outra, sento que os conheço, que acompanhei alguns dos seus passos e vidas cá fora e  lá dentro… e sinto e sintarei sempre o maior dos carinhos. As vossas mensagens hoje abriram o meu coração de alegria. Obrigada amigos. Pedro, Othelo e Sofy/Tete. Já brincámos, rimos, sonhámos juntos. E iremos continuar sempre porque estão muito perto do meu coração. Adoro-vos. Muito. 

E segue uma repetição dum filme. 2 em cheio…. e sim, as saudades que eu tenho do principio. Do velho Tagus, das suas paredes hoje feias, da sua localização perdida, e das muitas alegrias que lá partilhámos. 

 

Não podendo (ainda) colocar um vídeo da noite de ontem, aqui fica um registo deste SENHOR. Tal como o autor do video diz, “O vídeo tem apenas 2 imagens, porque a intenção foi mesmo trazer a música. Ela vale, por si…”

E em nenhum outro concerto, dele ou de outro, ou mesmo em CDs senti de tão perto as palavras que ia cantando. Ainda não ao ouvido (uma rapariga pode sonhar) mas quase. Mas o sentir, emocionar-me com músicas e palavras que ouvi mil vezes e vou continuar a ouvir sempre. 

E sim, quero repetir. Se ninguém quiser ir comigo vou sozinha.  Pouca diferença teria feito, podia até ter ido sozinha, o sentimento seria o mesmo…ou talvez não. 

Quem quiser ver o balanço oficial pode ir aqui.

Pelos outros, por nós. 

Cada vez mais sinto a sua falta.

Enfim. 

Felizes vidas.

Um miminho para os amigos

Um miminho para os amigos